06 fevereiro 2016

Cultura no Bairro.

Rua dos Caetanos, 23 - Lisboa
Reservas – reservas.emcn@gmail.com / 930 591 040 (sms)
 
5/Fev
sexta-feira
21.30h
Entrada/Donativo(*)
Música de Salão - Piano a 4 mãos - João Lucena e Vale - José Bon de Sousa

PROGRAMA
Música de Salão
W. A. Mozart (1756 - 1791)
- Abertura de “As Bodas de
Fígaro”
Giacomo Rossini (1792-1868)
- Abertura de “O Barbeiro de Sevilha
George Bizet (1838 -1875)
- Abertura de “Carmen”
Franz Lehar (1870 - 1948)
- Valsas de “A viúva alegre”
Jaques Offenbach (1819 - 1880)
- Abertura de "Orfeu nos Infernos"
Johann Strauss II (1825 - 1899)
- Valsas de “Die Fledermaus” - Du und Du
Carl Bohm (1844-1920)
- Charge of the Uhlans - Grand Galop Militaire
Johann Strauss I (1804 - 1849)
- Wiener Kreuzer-Polka, Annem-Polka,
Loreley Rhein Klange

Dois pianistas e dois percursos diferentes que se cruzam para abordar o repertório de piano a 4 mãos.
Das obras mais clássicas aos compositores contemporâneos, este duo apresenta vários programas, cada qual com a sua especificidade. Desde a apresentação integral das obras de
Mozart para 4 mãos, passando por transcrições de aberturas de óperas e operetas, por grandes momentos da música para 2 pianos, e sem esquecer um programa dedicado à música
portuguesa, que pode incluir sonoridades ibero-americanas, em que apresentam um panorama histórico deste repertório, do início do séc. XIX até aos nossos dias.
Fevereiro:
6, 7 | 12, 13, 14 | 19, 20, 21
21.30h
Entrada: 7,5€
Reservas: ruadoscaetanosn23@hotmail.com | 918970961
Espectáculo a partir do texto "Infidelidades" de Woody Allen.
Encenação: Bruno Cochat
Interpretação: Frederico Coutinho, Gonçalo Cabral, Marta Queirós e Mónica Talina

Guarda-roupa: Ruben Saints
Fotografia: Tiago Figueiredo
Apoios: Escola de Música do Conservatório Nacional; Associação de Amigos da Escola de Música do Conservatório Nacional; Antena 2, Há Bolos e Bolos
Agradecimentos: Teresa Lima, Sofia Marques Ferreira
Fim de tarde na Rua dos Caetanos, nº 23, coração do Bairro Alto, casa e consultório da psicanalista Pilar Montenegro. 
"Envolve-me uma película demasiado fina para me prender verdadeiramente, mas demasiado ampla e longa para que me possa libertar". Quem ama Pilar? Quem é que Pilar ama? Quem ama quem?
Rua dos Caetanos nº 23 é uma comédia sobre as fronteiras da sanidade que propõe um olhar sobre uma história de infidelidades, sexo e depressão.
A amizade pode transformar-se em amor. E o amor em desamor. A torrada cai sempre do lado da manteiga.
Apoios: Escola de Música do Conservatório Nacional, Associação de Amigos da Escola de Música do Conservatório Nacional e Clube Português de Artes e Ideias
A Escola de Música do Conservatório Nacional alerta para a dificuldade de estacionamento na zona e recomenda o uso de transportes públicos.
(*) Entrada/Donativo - A receita reverte a favor da Associação de Amigos da Escola de Música do Conservatório Nacional. Com esta receita, poder-se-á dar continuidade aos melhoramentos, entretanto já iniciados, neste nosso espaço Nobre.
 
Programação/Produção: Bruno Cochat
Rua  dos Caetanos, 29 · 1245-115 Lisboa
Tel. 213 425 922 / 930 591 040

Informação Util



O Departamento de Marca e Comunicação da Câmara Municipal de Lisboa solicita a divulgação da seguinte informação:

ALTERAÇÕES À RECOLHA DE LIXO NO CARNAVAL

A Câmara Municipal de Lisboa informa que, face à tolerância de ponto concedida para o Dia de Carnaval, na noite de 09 para 10 de Fevereiro não haverá recolha de lixo indiferenciado nas áreas da cidade em que não está implementado o sistema de recolha seletiva porta a porta, com exceção das zonas da Mouraria, Alfama e Bica.

Assim, a CML apela a todos os munícipes para que acondicionem bem os seus resíduos e evitem colocá-los à remoção na noite de 09 de fevereiro (terça-feira), optando por fazê-lo na noite seguinte.

Nas áreas em que é efetuada recolha seletiva porta a porta e recolha em serviço diurno mantém-se o calendário de recolha estabelecido.

No dia de Carnaval, também em serviço diurno, manter-se-ão os serviços de recolha seletiva assim como de todas as frações de resíduos no Bairro Alto.

A CML agradece a colaboração de todos, juntos no compromisso de uma cidade mais limpa.


Lisboa, 5 de fevereiro de 2015

Departamento de Marca e Comunicação
Secretaria-Geral - Câmara Municipal de Lisboa
Rua São Julião, 149, 1º | 1100-524 Lisboa
T. geral (+351) 218 172 500 | sg.dmc@cm-lisboa.pt
www.cm-lisboa.pt | www.facebook.com/camaradelisboa

25 janeiro 2016

Informação Útil: Parceria ACBA - Alavan

12 janeiro 2016

Estimados Associados, Caros Comerciantes


CONVOCATÓRIA


Em conformidade com os Estatutos da 

Associação, convoco os associados para a 

reunião da Assembleia Geral Extraordinária, a 

realizar no dia 14 de Janeiro de 2016, na sede 

do Lisboa Clube Rio de Janeiro – Travessa dos 

Inglesinhos Nº 3 em Lisboa com a seguinte 

Ordem de Trabalhos:


Ponto Único – PROPOSTA DE REVISÃO DO 

REGULAMENTO DE HORÁRIOS DE 

FUNCIONAMENTO DOS 

ESTABELECIMENTOS DE VENDA AO 

PÚBLICO E DE PRESTAÇÃO DE 

SERVIÇOS NO CONCELHO DE LISBOA da 

CML.


A Assembleia funcionará das 14.30 horas às 

17.30 horas, em termos a permitir a realização 

do ato para que é convocada.


Lisboa, 11 de Janeiro de 2016.


O Presidente da Mesa da Assembleia-geral

(Paulo Cassiano)

02 janeiro 2016

A Associação de Comerciantes do Bairro Alto, Deseja a todos os seus Associados, Comerciantes, Entidades Oficiais, Instituições e Parceiros Um Excelente 2016.
Muito Obrigado por Tudo!!!

30 dezembro 2015

Caros amigos,

Dia 7 de Janeiroàs 17 h, começamos o ano com uma exposição dos alunos de Artes Plásticas da MAPA. Esperamos por si na Biblioteca Operária Oeirense na Rua Cândido dos Reis, 119, no centro da vila de Oeiras. Dêem-nos o prazer da vossa presença...






Informação: Alargamento Horário de Passagem de Ano.

RESOLUÇÕES DOS ÓRGÃOS DO MUNICÍPIO

PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

PRESIDÊNCIA DA CÂMARA

Despacho n.o 143/P/2015

No âmbito das celebrações de passagem de ano e tratando-se de uma situação excecional, determino o alargamento do horário de funcionamento dos estabelecimentos da cidade de Lisboa de 31 de dezembro de 2015 para 1 de janeiro de 2016, nos termos do artigo 5.o do Regulamento dos Horários de Funcionamento dos Estabelecimentos de Venda ao Público e de Prestação de Serviços, nos termos seguintes:

- Estabelecimentos pertencentes ao Grupo I, nos termos do artigo 2.o do Regulamento dos Horários de Funcionamento 
dos Estabelecimentos de Venda ao Público e de Prestação de Serviços no Concelho de Lisboa: até às 04h00;

- Estabelecimentos pertencentes ao Grupo II, nos termos do artigo 2.o do Regulamento dos Horários de Funcionamento dos Estabelecimentos de Venda ao Público e de Prestação de Serviços no Concelho de Lisboa: até às 06h00.

Atendendo à proximidade da data do evento, o que inviabiliza a realização das consultas previstas, determino ainda a dispensa da realização das mesmas, uma vez que se trata de uma situação de «urgência na decisão», nos termos da alínea b) do n.o 6 do artigo 5.o do referido regulamento.

Os estabelecimentos devem dar cumprimento a todas as normas legais e regulamentares inerentes ao seu funcionamento, nomeadamente o Regulamento Geral do Ruído.

Paços do Concelho de Lisboa, em 2015/12/22.

O Vice-presidente,

(a) Duarte Cordeiro

21 dezembro 2015

Informação:


O Departamento de Marca e Comunicação da 
Câmara Municipal de Lisboa solicita a divulgação da seguinte informação:

ALTERAÇÕES À RECOLHA DE LIXO NO NATAL E ANO NOVO

A Câmara Municipal de Lisboa informa os munícipes que nas noites de 24 e 25 de dezembro e 
nas noites de 31 de dezembro e 1 de janeiro, não haverá recolha de lixo no Município de Lisboa.

Assim, no sentido de melhor gerir a recolha de resíduos, a autarquia apela à colaboração 
dos seus munícipes nesta quadra festiva para a manutenção da higiene do espaço público 
colocando o lixo para remoção somente nas noites de 26 de dezembro e 2 de janeiro.

Lisboa agradece!

Lisboa, 21 de dezembro de 2015

Câmara Municipal de Lisboa
Secretaria-Geral
Departamento de Marca e Comunicação
Rua de S. Julião, 149 - 1º | 1100-524 LISBOA



18 dezembro 2015

Boas Festas e Feliz Ano de 2016.

Excelente!!!





Em agosto de 1715 teve início a publicação da Gazeta de Lisboa,
um dos primeiros periódicos que circularam no país e também
 um dos mais resilientes. O título, ainda que com vários ajustes e interrupções,
 manteve-se até 1833. Mas se considerarmos que a Gazeta de Lisboa esteve na origem do jornal oficial, que hoje conhecemos como Diário da República,
a sua história ainda continua. A par do noticiário internacional,
que dominava os conteúdos da Gazeta, ela sempre integrou essa dimensão de comunicaçã

o pública dos atos emanados do poder, consubstanciada numa "parte oficial" que, progressivamente, ganhou expressão e espaço nas páginas do jornal,
 até as ocupar em exclusivo.


Assim sendo, e de modo a assinalar os 300 anos de imprensa oficial portuguesa,
 propomo-nos revisitar as transformações que o periódico foi conhecendo no tempo, através de um dossier digital, com investigação e textos de Rita Correia, que nos
 apresenta as etapas dessa evolução, até à atualidade.








Bairro Alto nas bocas do Mundo. Revista Sabado




Vão ser concertos calmos. Os mais religiosos dirão até que desta vez os belgas dEUS vêm distribuir a Paz do Senhor pelos discípulos portugueses que os seguem desde a primeira missa, na Queima das Fitas de Coimbra de 1995, ou pelo menos desde que, em 1997, vieram testar as então novas canções de The Ideal Crash em três concertos míticos, sem hits - um deles na Aula Magna, em que acabaram a tocar sem amplificação, nas doutorais. 

A culpa é da digressão de que fazem parte os concertos - na sexta-feira, 18 de Dezembro, em Braga, e no sábado, 19, em Lisboa -, a que a banda chamou Soft Electric Tour e se anuncia como um espectáculo novo, não acústico mas centrado em temas suaves e raramente tocados ao vivo - os chamados lados B (de todos os discos, desde Worst Case Scenario a Vantage Point ou Following Sea), com novos arranjos, ligados à electricidade, mas em jeito pouco roqueiro. 

Claro que a digressão tinha de passar por Portugal, onde a banda de Antuérpia é fenómeno de culto, tendo obtido um êxito que não conseguiu em nenhum outro país. O facto de o guitarrista-vocalista (que é também cineasta) Tom Barman convidar o público para "aparecer no Bairro Alto" a seguir aos concertos de Lisboa poderá ter contribuído, bem como a estética algo latina (ecos dos tempos em que os espanhóis dominaram a Flandres?) que impregna o seu indie-rock ou até o facto de ele falar português - o que tem mostrado repetidamente em palco, mas também registou em disco, no seu projecto de electrónica, Magnus. 

De prever é que o público do Theatro Circo e da Aula Magna acolha o novo evangelho com a devoção habitual. 

dEUS - 1.ª parte: ALDO STRUYF 
Theatro Circo, Braga 
6.ª, 18/12, 21h 
€18 a €30 
Aula Magna, Lisboa 
Sáb., 19/12, 21h 
€26 a €35

Amanhã, a não perder! Vinde e partilhai.